Quinta-feira, 4 de Novembro de 2004
A principal polémica na Holanda, onde passei a semana, está ligada a uns cortes orçamentais na segurança social. Foi isto que me disseram, pelo menos, e foi isto que motivou no sábado, em Amesterdão, o maior protesto local dos últimos dez anos e, de longe, o maior em que já me vi envolvido. Pela minha parte, note-se, apenas protestei, e em surdina, contra a manifestação em si. Mais do que questionar o Governo, os apitos e os berros de duzentas mil pessoas demolem por completo o sossego alheio e as férias dos incautos.

Fora isso, a segunda polémica holandesa do momento é, desde a respectiva transmissão televisiva em 29 de Agosto, uma curta-metragem escrita por uma deputada do Parlamento nacional. A senhora chama-se Ayaan Hirsi Ali, é somali de nascimento e foi criada sob os preceitos do Islão. O filme chama-se "Submission" (Submissão) e, como o nome indica, trata das mulheres criadas (e casadas) sob os preceitos do Islão.

Ao que a senhora Ali insinua, esta pode não ser uma experiência agradável, dado que com frequência envolve matrimónios forçados, espancamentos e a ocasional castração. As reacções não demoraram, e várias associações muçulmanas da Holanda acusaram a deputada de não compreender a “complexidade” (?) da violência conjugal e de retratar o islamismo como uma cultura retrógrada (!).

Enquanto a sra. Ali resolveu rodear-se de segurança permanente, algumas associações não muçulmanas de “direitos humanos” também se insurgiram. Naturalmente, insurgiram-se ao lado dos putativos espancadores: para Steven Huismans, director de um bando do género, a sra. Ali tem sido insultuosa e “demasiado provocadora”.

Pois tem. Os activistas dos “direitos humanos” farejam os excessos do Ocidente com canina aplicação. Quando o assunto são os outros, os activistas revelam-se de uma tolerância comovedora: os nossos excessos são as ligeiras idiossincracias dos povos exóticos. Vantagens do multiculturalismo. Se um holandês (ou um português) "assediar" a telefonista no escritório, isso constitui uma inominável violência; se um marroquino convencer à chicotada a noiva de onze anos a obedecer-lhe na cama, estamos perante uma "tradição", que não apenas deve ser respeitada como enaltecida na sua milenar pureza.

Talvez este pudor explique que, durante boa parte do “caso” Hirsi Ali, diversas activistas holandesas preferissem flutuar ao largo de Aveiro, tentando resgatar as mulheres lusitanas de um martírio sem fim. E que, mesmo agora, eu não tivesse vislumbrado o “barco do aborto” em nenhum dos canais de Amesterdão, reconvertido ao auxílio de muçulmanas, grávidas ou não.

É possível que, hoje, as donzelas do barco prefiram empenhar-se na reeducação de holandesas preconceituosas, como a anónima que colocou o seguinte anúncio no “Amsterdam Weekly” de 29 de Setembro: “Senhora, 24 a., procura cavalheiro carinhoso para relacionamento sério. Deve ter menos de 40 anos e, de preferência, não ser egípcio, saudita ou turco.” Que vergonha! A menina anónima influencia-se por ninharias e, de caminho, arrisca-se a desbaratar oportunidades únicas. A julgar pelo que se vê na Al-Jazira, há por aí certos sauditas ou egípcios que fazem muitos homens perder a cabeça. Imagine-se o que não farão a uma mulher.



*Este texto foi publicado na Sábado de 8 de Outubro último. Faltou dizer que Submission foi realizado por Theo Van Gogh. Mais se acrescenta que Theo Van Gogh foi assassinado anteontem, em Amesterdão. O assassino, ou activista, se preferirem, é um cidadão marroquino e muçulmano. Só para que não digam que são sempre os mesmos.



publicado por ag às 10:51 | link do post

mais sobre mim

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Últimas

Dias Contados

A crónica do DN

A crónica da Sábado

Juízo Final

Dias Contados

2008, um lugar

2008, um filme

2008, um livro

2008, um disco

Juízo Final

Arquivo morto

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

Dezembro 2003

Novembro 2003

Outubro 2003

Setembro 2003

Agosto 2003

tags

crónicas da sábado

crónicas do dn

involução da espécie

todas as tags

Outros
blogs SAPO
RSS