Terça-feira, 31 de Janeiro de 2006
Foram anunciados os candidatos aos ÓscaresTM. A objectividade impede-me de comentar as fitas antes de as ver. A objectividade, como dizia um senhor muito citado na blogosfera, é burra. Não vou sair de casa cinco vezes, comprar cinco bilhetes e suportar dez ou quinze horas na célebre, e horrorosa, sala escura a fim de adquirir o que se considera uma opinião abalizada. Para quê? Atente-se nos nomeados a “melhor filme”. O favorito é um western homossexual, sem Montgomery Clift e dirigido por aquele senhor que fez o "Hulk". "Capote", pese a interpretação principal (que me asseguram ser boa), pertence ao género biopic, responsável por 21,8% do lixo cinematográfico contemporâneo. "Crash", ao que li, é um cruzamento de Spike Lee com "Magnolia", pelo que dispensa comentários. "Munich" já foi feito há uns anos: intitula-se “One Day in September”, ganhou o ÓscarTM para melhor documentário e não precisou de contratar actores, muito menos o actor que fez do próprio Hulk. Por fim, há um produto assinado por George Clooney, mas pretendo preservar a minha digestão (estou engripado e jantei há pouco). Está tudo visto, portanto.
A última ocasião em que penetrei um cinema foi por causa de “Million Dollar Baby”. Não sinto que, entretanto, tenha perdido alguma coisa. Basta um leitor de DVD: o melhor entretenimento filmado dos nossos dias é feito para televisão, de Larry David a Ricky Gervais. Pensando bem, há muito tempo que é assim: hoje, saiu nos EUA a primeira série de "Hill Street Blues", relíquia com 25 anos. Nestes 25 anos, quantos filmes se lhe comparam? Pois é.
Nota adicional: Este post pode sugerir que eu desprezo o cinema europeu, por exemplo, quiçá o brasileiro, eventualmente o iraniano. Nada mais falso. Não se trata de desprezo: fora dos EUA, nem sequer acredito que o cinema existe. Apesar de tudo. E o tudo começa a ser demasiado.


publicado por ag às 16:49 | link do post

Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2006
Esta madrugada, vi a repetição do Prós e Contras, como sempre dedicado ao tema "Portugal", ou "A Alma Portuguesa", ou "A Identidade Nacional", ou "O Estado da Nação", ou "Os Cueiros da Pátria". Sendo contribuinte cumpridor, dos que melancolicamente asseguram o serviço público de televisão, sinto-me no direito, mais, no rigoroso dever de perguntar: o que é aquilo?


publicado por ag às 15:26 | link do post

Quarta-feira, 11 de Janeiro de 2006
Não, caríssimo Vasco (reparo agora que o meu link lateral para o Memória Inventada sumiu: estes blogues que encerram e reabrem dão nisto), não me distraio com copos, miúdas ou carros desportivos. Durante o último mês, distraí-me, se este é o termo, com as eleições presidenciais, que me obrigaram a umas 30 crónicas, 4 entrevistas, 1 reportagem e 83 deslocações a Lisboa. O tempo restante mal chegou para as necessidades elementares da espécie, que incluem as leituras possíveis. Naturalmente, não chegou para o blogue, o qual, aproveito para reclamar, paga pessimamente. Isto para dizer que George Best talvez soubesse um nadinha menos que eu sobre Bruno Schulz, Jerónimo de Sousa ou os exploradores do Pólo Sul. Mas divertia-se muito mais.
P.S.: Além disso, sem querer trocar mimos, o melhor da blogosfera são coisas como o Gerador Automático de Grandes Momentos de Literatura Erótica - versão beta 1.1. Um post que, aproveito para me flagelar, não referi na minha crónica da Sábado (a que sai amanhã), em que escrevi sobre o Codex 6362j42f ou lá o que é, e em citei as referências que vi primeiro (o George, J. P., não o Best, e o P. Mexia). Quando dei com o Gerador, a crónica já estava na gráfica. Mil perdões, pois. E um abraço.


publicado por ag às 18:57 | link do post

Terça-feira, 10 de Janeiro de 2006
Agora que a campanha sossegou, tenho enfim tempo de escrever umas linhas sobre assuntos que não envolvam Cavaco, Soares & Cia. Isto é, assuntos realmente importantes. Por azar, não me apetece. Deixo apenas os seguintes, e breves, recados:

a) Nuno, já ouvi o disco da Nellie Mckay. É bom, muito bom, estupidamente bom. Não é, porém, genial como o primeiro. É apenas o disco pop de 2006, mesmo porque há uma enorme probabilidade de eu não ouvir mais nenhum disco pop de 2006.

b) Embora a esta hora já toda a gente saiba, insisto: a Constança Cunha e Sá rendeu-se à blogosfera. Aqui e, suponho, ainda aqui. Seja bem-vinda.

c) Os mais recentes 50 ou 60 posts do Estado Civil são os melhores do blogue. O Estado Civil é o melhor blogue do Pedro Mexia. O Pedro Mexia é o melhor escritor de blogues que eu conheço.

d) Há um almoço aprazado para o dia 21, a realizar num desses povoados que circundam Lisboa e cujo nome não há maneira de um cidadão de inteligência mediana fixar. Isto para dizer que preciso de boleia de Lisboa até ao dito povoado. E o JPC, se arranjar um pedacinho livre entre as 28 crónicas que produz semanalmente, também. Propostas ao cuidado do meu assessor, que eu não falo directamente com a ralé. Ou, como diz a Sra. Dra. Clara Ferreira Alves, com estagiários.

e) E pronto.


publicado por ag às 00:04 | link do post

mais sobre mim

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Últimas

Dias Contados

A crónica do DN

A crónica da Sábado

Juízo Final

Dias Contados

2008, um lugar

2008, um filme

2008, um livro

2008, um disco

Juízo Final

Arquivo morto

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

Dezembro 2003

Novembro 2003

Outubro 2003

Setembro 2003

Agosto 2003

tags

crónicas da sábado

crónicas do dn

involução da espécie

todas as tags

Outros
blogs SAPO
RSS